Ambesp do Centro ganha climatização e outras melhorias

Por Editoria em 9/1/2009

Está em fase final a climatização do Ambesp (Ambulatório de Especialidades) do Centro, que fica na Av.

Conselheiro Nébias, 199, e é responsável pelo atendimento diário de 600 pacientes, numa média de 10 mil ao mês. Os técnicos da empresa Space Air, vencedora da licitação, estão instalando, esta semana, oito aparelhos Super Split, de 60 mil BTUS cada. Após a colocação das máquinas e vaporizadores será a vez da tubulação e dos drenos.

Também está prevista adequação da parte elétrica. Para executar o projeto, orçado em R$ 125 mil, foram necessárias adaptações no imóvel. O vão central e as laterais do prédio tiveram que ser fechados.

A unidade também ganhou novas janelas, com insulfilm. Mas, as novidades no Ambesp do Centro não param por aí. O toldo na entrada principal, assim como a pintura e recuperação das grades deram novos ares ao ambulatório, além de proteger os usuários do sol e da chuva.

Janelas receberam redes de proteção para evitar a entrada de pombos e foram adquiridas 40 lixeiras com tampas, além de novos contentores para o lixo séptico. Armários, estantes e balcões também foram providenciados para melhorar o atendimento ao público. A climatização é aguardada com bastante expectativa pelos usuários e funcionários, que já comemoram as novas aquisições e elegeram como destaque o novo arquivo central deslizante, que organizou os cerca de 120 mil prontuários e tem até código de acesso.

"A capacidade é para 200 mil prontuários", destaca a chefe de seção, Roseli Domingues Rodrigues. Especialidades - Funcionando das 7h às 17h, o Ambesp do Centro dispõe de 29 especialidades médicas (cardiologia, oncologia, ortopedia, reumatologia, oftalmologia, urologia etc.), além de oferecer exames de ultrassonografia, eletrocardiograma, eletroencefalograma, teste ergométrico e coleta de sangue, entre outros.

Também possui atendimento de homeopatia e acupuntura. Realiza ainda perícias médicas para todos os casos de cirurgias plásticas feitas pelo SUS na região da Baixada Santista..

Publicidade:

Notícias Relacionadas: